Páginas

terça-feira, 18 de julho de 2017

DE FUMATORIBUS (II)

Resultado de imagen de eye of horus
De repente, começou a ouvir uma tosse constante ao seu lado, mas nunca via ninguém. Aquela tosse pô-lo ainda mais nervoso. Passou de fumar 30 cigarros diários para 40. Era um tosse de doente, mas não era dele nem de ninguém que estivesse ao seu lado. Era uma tosse constante. Dia e noite, tanto que o acordava durante o sono. Até que um dia desapareceu a tosse, tão repentinamente como chegara. O homem suspirou aliviado. Prendeu um cigarro para celebrá-lo. Na distração não viu o camião que lhe caía em cima. Segundos antes de morrer por causa do golpe, perguntou-se porquê não o salvara o seu anjo da guarda, mas o seu anjo da guarda havia já um bocado que morrera de cancro de pulmão.

© Frantz Ferentz, 2017

Sem comentários: