Páginas

segunda-feira, 2 de novembro de 2015

O ANÚNCIO NAS REDES SOCIAIS



O Teddy carregou a foto do velhote no seu perfil e escreveu: «Este é o Carlos, um ancião perdido no bairro de São Felício. Se alguém o vir, contate comigo: teddy_9065@gmail.com. Ele tem demência senil. Obrigado». Imediatamente, sob a foto começaram a aparecer comentários desejando sorte ao Teddy para encontrar o Carlos, cujos olhos tenros chamavam a atenção.

"Oxalá houvesse mais pessoas como você"

"Que exemplo de amor a uma pessoa"

"Se eu fosse esse velhote, gostaria de ter alguém como você para se ocupar comigo"

Eram algumas das postagens que recebia o Teddy, o qual, ao cabo, na solidão do seu escritório, remexeu o rabo e largou um guau que ninguém conseguiu ouvir, mas que significava: "se vocês soubessem como é dura a vida do animal de estimação hodierno".

Frantz Ferentz, 2015

Sem comentários: