Páginas

quinta-feira, 13 de junho de 2013

A IMPORTÂNCIA DE SER ESCRITORA

Ela sentou diante do cinzento funcionário que devería tomar nota do seu pedido de inscrição:

— A senhora como se chama? —perguntou aquele tipo quase inaprezável.

Ela remexeu a sua cabeleira loira recém tingida e dixo:

— Rafaela Eleonora Micaela Picatti Dupont... escritora. Escreva-o assim, faga o favor, com a palavra escritora no início, diante do nome.

Ela não pudo comprovar se o triste e anodino funcionário tomava nota da sua observação, porque escrevia todo num computador, mas de repente o funcionário ergueu os olhos e acenou à escritora um teclado que havia diante dela, mentres lhe dizia:

— Poderia, por favor, a senhora teclear a sua profissão nesse teclado que tem frente a si?

— Já lho dixe: escritora.

— Eu sei, mas essa é uma caixa que debe cobrir o interessado, neste caso, a senhora. Por favor, escreva a sua profissão.

Ela hesitou um instante e, a seguir, entre sussurros, perguntou ao funcionário:

— Ouça, entre nós e em confiança, escritora escreve-se con "h" ou sem ela?

Frantz Ferentz, 2013

Sem comentários: